Centro Cirúrgico

Por que devo me especializar em Enfermagem em Centro Cirúrgico e CME?

Publicado em 28/07/2021. Atualizado em 18/08/2021 6:06:09

Centro Cirúrgico

O enfermeiro especializado em Centro Cirúrgico e CME (Centro de Material e Esterilização ) é uma referência dentro do segmento hospitalar. Sua atuação é fundamental para a ampliação dos serviços de saúde pública e privada no Brasil, já que sua rotina gira em torno da administração competente de recursos humanos, materiais, inovações tecnológicas e cuidados críticos em situações delicadas, em que a vida do paciente está em risco. 

 

Nesse sentido, estar preparado para atuar de forma assertiva em situações de emergência faz toda a diferença no tratamento de pacientes em quadros graves.

 

Então, se você quer entender mais sobre a atuação do enfermeiro no Centro Cirúrgico e conhecer como é a sua formação e o mercado de trabalho, está no lugar certo!

 

Neste artigo, vamos tirar todas as suas dúvidas sobre o tema. Boa leitura!

 

Função do enfermeiro no Centro Cirúrgico

 

A sua principal função é prestar assistência ao paciente, mas engana-se quem acredita que a atuação desse profissional se restringe a isso.

 

Além da assistência, o enfermeiro, no Centro Cirúrgico, também pode realizar atividades administrativas, que contribuem para que o setor funcione perfeitamente e de forma eficaz.

 

Nesse sentido, podemos dizer que o enfermeiro possui duas funções principais: a assistencial e a gerencial.

 

Vamos entender, de forma detalhada, cada uma dessas funções.

 

7 principais funções administrativas do enfermeiro no Centro Cirúrgico 

 

A atuação do enfermeiro na parte administrativa envolve a organização de todos os recursos humanos e materiais necessários para o suporte das atividades.

 

Portanto, é um profissional que pode atuar na gestão da equipe, sendo um enfermeiro coordenador.

 

Nesse caso, ele é responsável por:

 

1 – Gerenciar a equipe de enfermagem do Centro Cirúrgico, garantindo a capacitação contínua e promovendo o desenvolvimento e o aprimoramento do time;

 

2 – Manter a equipe sempre alinhada às normas, rotinas e procedimentos da organização, além de realizar a previsão, a provisão e o controle de materiais, anestésicos e medicamentos do setor;

 

3 – Garantir o uso correto de todos os equipamentos e instrumentais;

 

4 – Organizar as escalas mensais de toda a equipe;

 

5 – Coordenar e supervisionar as atividades assistenciais prestadas;

 

6 – Certificar-se de que todos os procedimentos realizados no Centro Cirúrgico sigam os princípios éticos;

 

7 – Implementar e verificar as medidas de segurança para pacientes e profissionais, além de prover o conforto de todos – equipe e paciente.

 

Já o enfermeiro que atua diretamente com a assistência ao paciente possui um papel que vai muito além do auxílio, durante o horário da cirurgia.

 

Isso porque ele atua no pré, no intra e no pós-operatório, realizando atividades mais operacionais, como veremos a seguir.

 

Assistência de enfermagem no Centro Cirúrgico

 

A assistência de enfermagem no Centro Cirúrgico consiste no cuidado integral do paciente, ou seja, o enfermeiro assume a responsabilidade por realizar todos os cuidados necessários para o bem-estar e a recuperação da pessoa atendida.

 

Inicialmente, ele é o responsável pela abordagem pré-operatória.

 

É nesse momento que o profissional conhece o paciente, avalia suas condições físicas e emocionais e começa a construir uma relação de confiança para identificar as principais necessidades a serem atendidas.

 

É ele quem atua não apenas no atendimento direto ao paciente, mas também no seu preparo psicológico.

 

Portanto, é essencial que esse profissional tenha uma abordagem calma, otimista e compreensiva, principalmente para compreender quais são as principais aflições do paciente e tomar as medidas necessárias para acalmá-lo.

 

No pré-operatório, o enfermeiro também é responsável pelo preparo físico do paciente.

 

Esta etapa engloba a preparação inicial, com a realização de exames pré-operatórios, passando pela limpeza e desinfecção na véspera da cirurgia e indo até o preparo físico no dia do procedimento. 

 

O enfermeiro pode atuar em duas funções para auxiliar a equipe médica:

 

1 – Instrumentação: responsável por dar apoio ao médico cirurgião com os instrumentais

 

2 – Circulantes: ajuda com a esterilização das roupas utilizadas pela equipe de cirurgia, armazena biópsias no local correto, para o envio ao setor de análises, e segue as orientações médicas, quando necessário.

 

Por fim, no pós-operatório, o enfermeiro realiza o acompanhamento da recuperação do paciente até o momento de sua liberação médica.

 

Nessa etapa, a assistência desse profissional é essencial para normalizar as funções do paciente com conforto e de forma rápida e segura.

 

O profissional de enfermagem cuidará para que o recém-operado receba todas as medicações nos horários certos. Também realizará a troca de curativos e auxiliará na higiene.

 

Além disso, ele é responsável por manter o prontuário do paciente atualizado.

 

Centro de Material e Esterilização (CME)

 

O CME é a área responsável pela limpeza e pelo processamento de todos os artigos e instrumentos médico-hospitalares utilizados no hospital.

 

É nele que acontece o controle, o preparo, a esterilização e a distribuição desses materiais.

 

Nesse sentido, o Centro de Material e Esterilização pode ser classificado como um dos setores mais importantes de uma instituição hospitalar. Isso porque é a partir dele que todos os outros setores dão continuidade à assistência aos pacientes.

 

 

Possibilidades no mercado para o especialista em Centro Cirúrgico e CME

 

Destaque na carreira

Investir em uma especialização oferece mais chances de se destacar em um mercado de trabalho cada vez mais concorrido e competitivo. 

 

Ao se especializar em Centro Cirúrgico e CME, o enfermeiro demonstra estar mais preparado para concorrer a melhores cargos e disputar posições mais elevadas, que normalmente exigem mais conhecimento e preparo técnico do profissional.

 

Área de atuação abrangente

 

Ele pode trabalhar com a preparação de instrumentos, auxiliar a equipe técnica durante procedimentos – intubação, aspiração, monitoramento cardíaco -, atuar na prevenção e no controle de infecções, preparar e realizar exames, atualizar prontuários e supervisionar a equipe de enfermagem. Além do trabalho em hospitais, o profissional especializado em Centro Cirúrgico ou no Centro de Materiais e Esterilização pode seguir carreira docente ou tornar-se funcionário em postos e centros de saúde.

 

Melhores salários

Uma pesquisa comandada pela GlassDoor Brasil revela que o salário médio do profissional de enfermagem no país é de, em média, R$ 3.159,00. Para quem investe em uma especialização em UTI e Centro Cirúrgico, os salários podem ser de 10% a 20% maiores.

 

Aprimoramento técnico-científico

A especialização em Centro Cirúrgico e CME amplia os conhecimentos do aluno para disciplinas de aprimoramento técnico-científico indispensáveis para atuar em um setor hospitalar tão específico. Dessa forma, o profissional adquire todas as competências necessárias para se tornar um recurso essencial para a área, aumentando assim suas chances de crescimento na carreira.

 

Se você deseja investir em um curso de especialização para aumentar suas chances de sucesso na carreira, conheça o Curso de Especialização em Enfermagem em Centro Cirúrgico e CME da Faculdade Santa Casa BH e saia na frente.

Skip to content