Onde um técnico de enfermagem pode trabalhar

6 lugares onde um técnico de enfermagem pode trabalhar

Publicado em 20/04/2022. Atualizado em 06/07/2022 5:15:13

O técnico de  Enfermagem é um dos profissionais mais buscados do mercado. É o que aponta uma pesquisa realizada pela Catho, plataforma de classificados online de empregos. Para se ter uma ideia, apenas em 2020, a demanda por esse profissional aumentou 708%, em relação ao ano anterior. 

 

Esse acréscimo expressivo no ano em que a pandemia de COVID-19  começou  está relacionado, justamente, à alta procura por  profissionais para atuarem na linha de frente.

 

Mas o que muita gente ainda não sabe é que o mercado de trabalho para o técnico de Enfermagem oferece várias possibilidades de atuação. Por exemplo, você sabia que ele pode atuar na área da Administração?

 

Por isso, trouxemos, neste artigo, todos os lugares onde o técnico de Enfermagem pode trabalhar. Confira!

 

Função do técnico de Enfermagem

 

A principal função do técnico de Enfermagem é cuidar dos pacientes, seja na triagem, com cuidados básicos, ou até mesmo daqueles em estado grave. 

 

Outras atividades que cabem a esse profissional podem incluir:

 

  • Administração de medicamentos; 
  • Assistência aos médicos de plantão; 
  • Coleta de materiais para exames;
  • Cuidados pré e pós-operatórios; 
  • Preparação de equipamentos hospitalares;
  • Primeiros socorros; 
  • Vacinação.

 

Dito isso, o técnico de Enfermagem pode trabalhar em diferentes segmentos ligados à área da Saúde, como hospitais, clínicas, consultórios médicos, laboratórios, ambulatórios e serviços de home care. Também é possível prestar concurso para ser funcionário público ou atuar como autônomo.

 

Onde um técnico de enfermagem pode trabalhar

Onde o técnico em enfermagem pode trabalhar

Após a conclusão do curso técnico em Enfermagem, o profissional está apto para atuar em diferentes espaços. Listamos alguns lugares.

 

1 – Clínicas e hospitais

 

Nas clínicas e hospitais, o técnico atua na área de Enfermagem geral, auxiliando os médicos e os enfermeiros na reabilitação dos pacientes. Entre as suas funções, estão: 

 

  • Receber pacientes;
  • Preparar leitos;
  • Avaliar registros;
  • Coletar exames;
  • Apoiar a equipe em casos de urgências;
  • Checar a punção venosa;
  • Administrar medicamentos;
  • Conduzir exames;
  • Dar banho;
  • Fazer curativo;
  • Coletar sangue.

 

2 – Asilos

 

A atuação do técnico de Enfermagem em asilos está focada na saúde, no bem-estar, no convívio com familiares e nos cuidados com a pessoa de idade avançada. 

 

Nas casas de longa permanência, o profissional terá a responsabilidade de detectar todas as alterações comportamentais do idoso, como  sensações de desconforto, dor, depressão, crise de choro, frio, calor, fome, entre outros, oferecendo, assim, uma assistência adequada e segura. 

 

3 – Home care

 

O home care é uma das modalidades da área da Saúde que mais crescem e movimentam o mercado nacional. 

 

Segundo a revista ISTOÉ, há dois principais motivos para esse crescimento: o envelhecimento da população, que demanda novos tipos de cuidados e, consequentemente, de planos e operadoras que ofereçam a cobertura desse serviço, bem como a maior necessidade de desospitalização, o que pode provocar uma redução de custos entre 30 e 50% para essas operadoras.

 

Para quem tem um curso técnico em Enfermagem, essa pode ser uma carreira promissora. Entre as vantagens de atender em domicílio, estão a maior flexibilidade de escala, o maior grau de autonomia e a maior satisfação profissional.  

 

4 – Assistência administrativa

 

Geralmente, os médicos dão preferência aos técnicos de Enfermagem, ao contratar assistentes administrativos e secretários para os seus consultórios. Isso porque, além de fazer o atendimento ao cliente e agendar consultas, o profissional também pode auxiliar o médico nas  demais atividades do consultório.

 

5- Assistência em saúde ocupacional do trabalho

 

Grandes empresas e, principalmente, indústrias contam com posto médico e salas de primeiros socorros, onde atuam médicos e enfermeiros do trabalho. Nesses locais, o técnico de Enfermagem pode trabalhar como auxiliar, prestando suporte aos profissionais. 

 

Entre outras funções, é possível prestar assistência, caso algum funcionário da empresa sofra um acidente de trabalho, por exemplo. 

6 – Postos de Saúde

 

Nas Unidades Básicas de Saúde (UBSs), o técnico de Enfermagem desenvolve suas atividades em setores específicos, como salas de vacinação, curativos, preparo de pacientes (verificação de temperatura, peso, altura, etc), administração de medicamentos, aerossolterapia, auxílio na coleta de material citopatológico e exames laboratoriais, expurgo, esterilização de materiais, dentre outros.

 

Conclusão

 

Como vimos, o curso técnico de Enfermagem tem muitas vantagens, uma delas é a carreira estável e promissora, em função das múltiplas atividades que esse profissional pode vir a exercer.

 

Agora que você sabe onde um técnico de enfermagem pode trabalhar, cabe a você decidir qual área seguir, mas é preciso se atualizar. A atualização é fundamental para o desenvolvimento de uma assistência de qualidade, fundamentada nas medidas científicas atualizadas, com respaldo em políticas públicas de Saúde.

Skip to content